O que te lembras das raves dos 90?

zahnfee

Eu? Nada.

Na altura nem ouvia música electrónica ou dava especial atenção a coisas para além do que a família ouvia, ignorando a realidade a 2700km de distância em plena Berlim. Chamam-lhe a revolução da “Geração E” (de Ecstasy, para os mais inocentes) e desta sabia muito pouco até começar a sair à noite, ainda influenciado pelo que via nas habituais reportagens na televisão portuguesa que dizia “Um consumidor de Ecstasy identifica-se por ser um indivíduo que só bebe água à noite para se hidratar.” Beber água para matar a sede? Assim começa o colapso da civilização.

boy_george

screen-shot-2016-10-25-at-21-48-32Para todos iguais a mim que nunca viram o que se passou na Berlim recém-unida, e para todos aqueles que viveram a revolução mas não se lembram bem do que fizeram, fica aqui uma galeria por Tilman Brembs, até agora só publicada no site do próprio, e recentemente repescadas pelo Technostation.Tv. Memórias de Svën Vath, Carl Cox, Speedy J, Monika Kruse, um Richie Hawtin ainda por sair do casulo, Boy George e muitos outros que ainda resistem, Chill outs apocalípticos e a mítica Love Parade: foi este o caos que fez de Berlim o que é hoje.

Vê as fotos no site Zeitmaschine.
Que vontade nos dá de voltar a fazer reportagens!

1 I like it
0 I don't like it

Deixa um comentário: