Olha, é o The Thing no espaço!

Ai que medo!

“Life” é um filme com estreia prevista em 2017, incluíndo Jake Gyllenhaal, Ryan Reynolds, Rebecca Ferguson, Hiroyuki Sanada e mais uma cambada que parecem ter saído de uma template de filmes de acção. Um elenco que, fora o Jake, parece não ser muito articulado: Reynolds nunca consegue tirar aquelas mesmas 3 expressões da cara que usa em todos os filmes e o Sanaka parece mesmo muito gostar de fazer de samurai em quase todos os filmes em que entra (no entanto é um borracho com 56 anos). <sarcasmo> A Rebecca esteve óptima no Hércules! </sarcasmo>
Pelo trailer percebe-se que é uma espécie de “The Thing” no espaço: em vez de uma estação científica isolada no gelo, temos a Estação Espacial Internacional a enfrentar o que é possivelmente o 1º contacto terrestre com vida alienígena. Spoiler: as coisas não correm nada bem para os pobres coitados em órbita. Quem diria!


Com Arrival a chegar daqui a 11 dias aos cinemas, é curioso ver um filme que (bocejo), mais uma vez transforma a experiência de 1º contacto num confronto inter-espécies, ao contrário do primeiro que transforma um “olá, percebem o que digo?” numa desagradável viagem pela paranóia e violência humana, tão desagradável que prefere enfrentar o desconhecido ao chuto e pontapé. Ou talvez “Life” também seja isso tudo. É complicado dizer, dado que o trailer internacional e o trailer americano parecem contar histórias um bocado diferentes, ambas começando com Ariyon Bakare a levar uma dentada de um fungo numa placa de Petri.


O trailer oficial prefere identificar-se muito mais com a cultura americana, o que resulta num resumo de acontecimentos com um discurso histórico em pano de fundo a falar sobre como os Estados Unidos da América têm que estar na linha da frente da exploração espacial, blá blá. Bastante cliché, na realidade, e um bocado aleatório. O que é interessante no trailer internacional (para além do ritmo em que os pontos chave são entregues) é o discurso alternativo que revela que o primeiro contacto da humanidade com uma vida alienígena determinará o carácter de todas as nossas relações futuras com seres de outro planeta. O trailer revela também que o primeiro sinal de agressão parece ser dos humanos: Bakare parece ser visto a brincar com gás e electricidade, muito possivelmente contra o ser descoberto numa sonda que voltou de Marte, o que explica a possível natureza violenta do adorável fungo contra os seres humanos da Estação Espacial. Isto sim, já é conversa.

Life 2017 Trailer

Bitxos!

Ambos os trailers não querem deixar passar despercebido que este filme vem da malta que produziu o World War Z, o que não me parece nada algo para se mostrar na capa do portfólio artístico, mas há outras pérolas cinematográficas deste estúdio Skydance que podemos destacar, como G.I. Joe: Retaliation e o Terminator Genisys.
Delícia e bom agoiro!

0 I like it
0 I don't like it

Deixa um comentário: